{browse_happy}

Supermercados São Vicente: investir para não perder

Por Editor Brasil em Dec 27, 2017

Participação: Marcio Stivanin, Prevenção de Perdas Supermercado São Vicente


Gastar com imprevistos sem nenhum potencial de retorno para o empreendimento é um fantasma que assombra o varejista. Nenhum dono de empresa quer que gastos avulsos comprometam diretamente seu lucro. Por evitar essa situação, o setor de prevenção de perdas ganha cada vez mais adeptos entre os supermercadistas.

Exemplo desse cenário, a rede de supermercados São Vicente tem investido na implementação de soluções da Johnson Controls. Atualmente, o grupo conta com a eficiência do sistema de Antenas EAS em três dos 17 supermercados presentes no interior do estado de São Paulo. Com o sucesso dessas as instalações, o grupo também pretende aplicar a solução em outras unidades com maior incidência de furtos.

“Preservando a filosofia de oferecer produtos de qualidade e prestar serviços satisfatórios, sempre buscamos parcerias com empresas sérias, consolidadas no mercado e com capital intelectual necessário para contribuir com a nossa marca, o que nos levou a optar pela Johnson Controls”, explica Marcio Stivanin Júnior, gerente de prevenção de perdas da rede São Vicente.

Para Stivanin, a vigilância eletrônica de mercadorias é a solução para um monitoramento eficaz que auxilia na segurança do estabelecimento. “Os recursos para a prevenção de perdas são essenciais hoje, pois, a cada dia, descobrimos uma maneira diferente de melhorar nosso resultado. Essa área é muito dinâmica e precisamos sempre estar à frente, criando meios de prevenir fraudes e possíveis furtos”, destaca.

Em muitos casos, por medo de furto, os varejistas optam por confinar seus produtos de alto risco. Com a implementação do sistema de alarmes, o receio diminui e a tranquilidade dos executivos aumenta. “Com as nossas mercadorias “trancadas”, não éramos vítimas de furto, mas também não havia venda. Agora, além da redução e inibição dos roubos, notamos também um crescimento da venda. Em alguns produtos pudemos notar um aumento de quatro vezes nas vendas”, completa Stivanin.

Para o gerente, a automação do sistema de segurança de uma loja é uma das ferramentas essenciais para o varejista. “A empresa só vai conseguir reduzir as perdas quando todos os departamentos estiverem comprometidos com o resultado. É preciso que haja um controle diário nos processos operacionais das lojas, apurando os resultados frequentemente”, finaliza o gerente.

Atualmente, além dos 17 supermercados instalados no interior do estado, o grupo São Vicente também conta com três atacados que posicionam a empresa como uma das maiores redes de varejo da região.

Continue lendo! Clique aqui e veja a revista Johnson Controls 360⁰ na íntegra!

Unidades de negócio da Johnson Controls